(63)3224-1490
(63)98468-8161
IAL Corretora de Seguros

Saiba em quais casos o seguro cobre danos à pintura

Saiba em quais casos o seguro cobre danos à pintura

O flanelinha pedindo dinheiro todo dia no estacionamento do trabalho, aquele vizinho encrenqueiro que estaciona onde não deve, a molecada brincando na rua ou aprontando na garagem do apartamento, o seu cachorro pulando no carro para te receber… Não tem jeito. Basta ter um carro e ele automaticamente estará sujeito aos arranhões na pintura.

Mas você não precisa se preocupar com isso, afinal o seu carro tem seguro, certo? Certo mesmo ou ler isso fez uma dúvida se abater sobre você?

Na verdade, se você não tem a sua apólice de seguro decorada na ponta da língua é melhor não ter tanta certeza. A grande maioria das seguradoras não oferecem cobertura para arranhões na pintura, o que significa que estes e outros tipos de pequenos danos podem ficar totalmente na conta do proprietário do veículo.

Porém, existem alguns casos específicos em que é possível contar com a seguradora para ajudar a manter o visual do carro intacto. E, melhor do que isso, existem algumas dicas ótimas para evitar ao máximo correr esse risco (com o perdão do trocadilho). Acompanhe o artigo.

Não há cobertura em nenhuma hipótese?

Não podemos dizer com 100% de chance que nenhuma seguradora oferecerá essa opção de reparar um dano exclusivo na pintura do veículo, afinal cada empresa pode criar suas próprias cláusulas e diferenciais. Mas é possível garantir de que este tipo de cobertura é extremamente raro e não será fácil encontrar.

Porém, algo um pouco mais viável e possível, são empresas de seguro que oferecem cobertura opcional à arranhões superficiais, normalmente incluída na cobertura aos vidros. Este tipo de suporte costuma estar nos níveis mais completos e caros dos planos oferecidos e, como foi dito, protege somente em caso de danos superficiais.

O que isso significa? Que se o arranhão for daqueles bem profundos e exigirem uma nova pintura no veículo, provavelmente o prejuízo ficará para o segurado mesmo. Portanto, vale a pena ponderar bem se o valor para este tipo de suporte realmente compensa.

E se o dano não for exclusivo da pintura?

No caso em que o estrago na pintura do seu carro estiver associado a outros tipos de sinistros, como colisões, enchentes, chuvas de granizo, ou qualquer outra coisa que esteja dentro da sua cobertura, a pintura entra no meio do pacote e também será coberta pelo valor da sua franquia.

Claro que é preciso avaliar se o valor total do reparo ultrapassa o valor da franquia, pois, independente de ser associado ou não, se ficar abaixo da franquia o seguro não poderá ser acionado.

Cuidados para evitar (ou reduzir) os arranhões no carro

Chegando à conclusão de que realmente a proteção à pintura não é algo tão fácil de se achar nem tão simples de se contratar, nos resta cuidar com o maior zelo possível e tomar o máximo de precauções com a pintura. Afinal, este também é um fator que pode contar muito no preço de revenda de um automóvel. Vamos lá

  • Estacione em locais seguros: nunca se sabe quando alguém vai usar da má fé para depredar o bem alheio, portanto não estacione seu carro em locais muito afastados, nem em vagas muito apertadas. Tente prever a possibilidade do veículo ao lado encostar no seu ao sair ou abrir a porta. Dê preferência à estacionamentos monitorados;
  • Evite deixar o carro fora da garagem: às vezes a gente acaba deixando o carro do lado de fora na hora do almoço, ou por algumas horas antes de guardá-lo à noite. Em um desses momentos tudo pode acontecer, uma criança numa bicicleta ou com algum objeto pontiagudo na mão pode fazer estrago;
  • Identifique possíveis fontes: quem tem a entrada da garagem muito estreita, ou vaga bem pequena na garagem do prédio pode tomar algumas precauções para evitar danificar o carro em um momento de pressa ou desatenção. Colar algum material macio (como espuma ou e.v.a) em pontos de possível colisão pode evitar um dano;
  • Cuide da pintura do seu carro: faça com frequência a manutenção da pintura do seu carro com produtos especiais, ceras, polimentos e revitalizações. Os arranhões mais superficiais podem sumir com tratamentos como este, além de evitar que danos pequenos aumentem pela ação do tempo.

Gostou desse artigo? Assine gratuitamente nossa Newsletter e receba conteúdos como este periodicamente, é só se cadastrar abaixo!

ial corretora de seguros

Avenida JK, Quadra 106 Norte, Lote 14, Sala 107, Palmas - Tocantins - 77006.044

atendimento@ialcorretora.com.br

(63)3224-1490

(63)98468-8161

Associados Ibracor